REAÇÕES QUÍMICAS

INTRODUÇÃO

Você já percebeu como as reações químicas estão presentes em nosso dia a dia? Sabemos que para o carro entrar em movimento devemos colocar gasolina. Esse combustível através de uma reação química com o oxigênio do ar produz dióxido de carbono, água e a energia que é utilizada para fazer com que o carro se mova.

Certamente você também já ouviu falar em “cálculos renais”, popularmente conhecido como pedras nos rins. Infelizmente é mais um exemplo de reação química que ocorre no organismo humano pelo excesso, principalmente do oxalato de cálcio e do fosfato de cálcio, substâncias muito pouco solúveis e, que dependendo de suas concentrações são acumuladas nos rins ou nos canais urinários ocasionando a formação das pedras.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

Uma reação química ocorre quando determinadas substâncias sofrem transformações em relação ao seu estado inicial, aparecendo novas substâncias. As ligações entre os átomos e moléculas devem ser rompidas e devem ser restabelecidas de outra maneira.

A ocorrência de reações químicas geralmente são bem visíveis, mas em certas situações os reagentes se encontram com impurezas e as reações não acontecem com total aproveitamento. Para a representação de uma reação química, fazemos uso da equação química correspondente. Essa equação descreve as composições de reagentes e produtos e a relação de igualdade entre as quantidades de seus elementos químicos.

OBJETIVO

  • Reconhecer as evidências para a ocorrência das reações químicas;

  • Realizar reações químicas e classificá-las;

  • Representar as reações químicas através das respectivas equações químicas.

MATERIAL NECESSÁRIO

MATERIAIS

REAGENTES

Estante para tubos de ensaio

Tubos de ensaio

Pipeta

Bico de bunsen

Espátula

Pinças (madeira e aço ou ferro)

Lâmina de ferro

Sulfato de cobre

Dicromato de amônio

Magnésio em fitas

Hidróxido de amônio

PROCEDIMENTO

1. Coloque um pedaço do metal ferro em um tubo de ensaio contendo cerca de 3 mL da solução de sulfato de cobre II. Aguarde alguns minutos e registre suas observações.

2. Adicionar a um tubo de ensaio uma espátula de dicromato de amônio. Aquecer e registrar o ocorrido.

3. Com o auxílio de uma pinça, leve algumas fitas de magnésio a chama do bico de Bunsen. Anote as observações.

4. Adicionar 4 mL da solução de sulfato de cobre II a um tubo de ensaio e acrescentar 3 mL de hidróxido de amônio. Registre o ocorrido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s